Os Cinco Preceitos Maravilhosos




1. Atento ao sofrimento causado pela destruição da vida,

eu juro cultivar a
compaixão e aprender as formas de proteger as vidas das
pessoas, animais e plantas.

Eu estou determinado a não matar, não deixar que
outros matem, e a impedir
qualquer acto de matar; no mundo, no meu pensamento, e no
meu modo de vida.



2. Atento ao sofrimento causado pela exploração, injustiça
social, roubo e opressão,

eu juro cultivar a bondade e aprender formas de
trabalhar para o
bem-estar das pessoas, animais e plantas.

Eu juro praticar a generosidade
compartilhando o meu tempo, energia, e recursos materiais
com os que estão em real necessidade.
Eu estou determinado a não roubar e a não possuir nada que
deveria pertencer aos outros.

Eu respeitarei a propriedade dos outros, mas farei
tudo dentro das minhas
possibilidades para evitar o sofrimento de outras espécies
provocado pelos seres humanos.



3. Atento ao sofrimento causado por comportamento sexual impróprio,

eu juro cultivar as minhas
responsabilidade e aprender formas para proteger a
segurança e integridade dos
indivíduos, pares, famílias e sociedade.

Eu estou determinado
a não me empenhar em
relações sexuais sem amor e compromissos a longo prazo.
Preservar a minha felicidade e a dos outros.

Eu estou determinado a respeitar os
meus compromissos e os compromissos dos outros.

Eu farei tudo ao meu alcance
para proteger as crianças
de abusos sexuais e proteger as famílias de se desunirem
pelo
comportamento sexual impróprio.



4. Atento ao sofrimento causado pela falta de atenção e à
incapacidade para escutar
o sofrimento de outros,

eu juro cultivar a fala harmoniosa e
escutar atentamente
com o objectivo de trazer alegria e felicidade aos outros e
aliviar os outros dos seus
sofrimentos. Conhecendo a formula de poder criar felicidade
ou poder trazer sofrimento,

eu juro
aprender a falar com verdade, com palavras que possam
inspirar a confiança própria, a alegria e a esperança.

Eu estou determinado a não espalhar notícias que
eu não sei serem certas, e a
não criticar ou condenar coisas de que não esteja seguro.

Eu me conterei de proferir
palavras que possam causar divisão ou discórdia, ou que
passa perturbar a família ou a comunidade.

Eu farei todos os esforços para reconciliar e
solucionar todos os
conflitos, até mesmo os mais pequenos.



5. Atento ao sofrimento causado pelo consumo inconsciente,

eu juro cultivar a
boa saúde física e mental, para mim, a minha família e a
sociedade, pela
prática de comer, beber e comer com moderação.

Eu juro ingerir só matérias
que preservem a paz, o bem-estar e alegria no meu corpo, na
minha consciência, e no
meu corpo, na consciência da minha família e da sociedade.

Eu estou determinado a
não usar álcool ou qualquer outro intoxicante, ou a ingerir
comidas ou outras matérias
que contenham toxinas, como programas de televisão,
revistas, livros, filmes e conversações.

Eu estarei atento que, danificar o meu corpo e
a minha consciência com estes
venenos é trair os meus antepassados, os meus parentes, a
minha sociedade, e o futuro dasgerações.

Eu trabalharei para transformar a violência, o
medo, a raiva, e a confusão
praticando um regime para mim e para a sociedade.

Eu entendo que o própria regime é
crucial para a auto transformação, e para a transformação da
sociedade.


Observação:
Estes Cinco Preceitos Maravilhosos foram reformulados
através do Mestre Zen Thich Nhat Hanh,
representando de certo modo o que mais facilmente pode ser
entendido pelas pessoas, especialmente os jovens do Ocidente.