Samyutta Nikaya 48.10
Indriya-vibhanga Sutta


As Cinco Faculdades


Bhikkhus, há estas cinco faculdades. Quais cinco? A faculdade de convicção, a faculdade de persistência, a faculdade de atenção plena, a faculdade de concentração, e a faculdade de discernimento.

Assim sendo, o que é a faculdade de convicção? É o caso de um  bhikkhu, um discípulo dos nobres, que tem convicção, está convicto do Despertar do Tathagata: “Na verdade, o Bem-Aventurado é digno e perfeitamente iluminado, consumado no verdadeiro conhecimento e conduta, bem-aventurado, conhecedor do mundo, treinador insuperável, para aquelas pessoas preparadas para serem treinadas, o Mestre de seres divinos e humanos, desperto, sublime. ' Isto, é chamada a faculdade de convicção.

E qual é a faculdade de persistência? É o caso de um  bhikkhu, um discípulo dos nobres, que mantém a sua persistência estimulada para o abandono de qualidades mentais inábeis e adquirindo qualidades mentais hábeis. Ele é decidido, firme no seu esforço, sem se esquivar das suas responsabilidades em relação às qualidades mentais hábeis. Ele gera desejo, esforço, desperta persistência, mantém e exerce a sua intenção por causa do não aparecimento de qualidades inábeis e prejudiciais que ainda não surgiram... por causa do abandono de qualidades inábeis e prejudiciais que surgiram... por causa do surgimento de qualidades hábeis que ainda não surgiram... (e) para a manutenção, a não confusão, o aumento, a plenitude, o desenvolvimento e culminação de qualidades hábeis que têm surgido. Isto é chamada, a faculdade de persistência.

E qual é a faculdade de atenção plena? É o caso de um  bhikkhu, um discípulo dos nobres, está consciente, muito meticuloso, lembrando-se e capaz de chamar a atenção para coisas que ainda foram feitas e ditas à longo tempo atrás. Ele permanece concentrado no corpo e em si - intenso, alerta e conscientemente -, superando a avidez e a angústia em relação ao mundo. Ele permanece concentrado nas sensações e em si... na mente e em si... nas qualidades mentais e em si - intenso, alerta e conscientemente -, superando a avidez e a angústia em relação ao mundo. Isto é chamada, a faculdade de atenção plena.

E qual é a faculdade de concentração? É o caso de um  bhikkhu, um discípulo dos nobres, fazendo do desprendimento o seu objecto, alcança a concentração, alcança a simplicidade da mente. Completamente isolado de sensualidade, afastado das qualidades não hábeis, entra e permanece no primeiro jhana: êxtase e felicidade nascidos do afastamento, acompanhado pelo pensamento aplicado e sustentado. Com a tranquilidade do pensamento dirigido e sustentado, ele entra e permanece no segundo jhana: êxtase e felicidade nascidos da concentração, da unificação da consciência livre de pensamentos dirigidos e sustentados - segurança interna. Com o abandonando do êxtase, ele permanece equânime, com atenção plena, e alerta, e sensações de prazer no corpo. Ele entra e permanece no terceiro jhana, do qual os Nobres declaram: 'Equânime e plenamente atento, ele tem uma permanência agradável. " Com o abandono do prazer e da dor - como aconteceu antes com o desaparecimento de alegrias e a angústia - ele entra e permanece no quarto jhana: pureza de equanimidade e atenção plena, nem prazer nem dor. Isto é chamado a faculdade de concentração.

E qual é a faculdade de discernimento? É o caso de um  bhikkhu, um discípulo dos nobres, é discernido, dotado com o discernimento da origem e desaparecimento - nobre, penetrante, que conduz ao fim do sofrimento. Ele compreende, como é: 'Isto é sofrimento... Esta é a origem do sofrimento... Esta é a cessação do sofrimento... Este é o caminho da prática que conduz à cessação do sofrimento. “Isto é chamada a faculdade de discernimento.

Estas são as cinco faculdades



Traduzido de: http://www.accesstoinsight.org/tipitaka/sn/sn48/sn48.010.than.html.